Mundo Empresarial

[Mundo Empresarial]
[Mundo Empresarial]

Casal de ciclistas cria linha de produtos naturais ideais para atletas

[Casal de ciclistas cria linha de produtos naturais ideais para atletas]

Quem tem o hábito de praticar atividades físicas sabe que a alimentação influencia (e muito) no desempenho do atleta. Isso por que é ela que vai ajudar na disposição e rendimento durante a prática e também nos resultados desejados. E foi daí que o jovem casal  Alexandre Hatherly e Silvia Oliveira tirou a sacada para iniciar o próprio negócio: fabricar produtos que alimentam e dão energia durante as provas de longa distância, e que além de práticos, fossem gostosos e nutritivos. Nasceu então a empresa e marca Cubnut’s, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba.

“As nossas provas exigem que nós estejamos sempre muito bem alimentados. Durante uma dessas provas, a utilização muito grande de carboidratos acabou fazendo mal para o nosso estômago e a gente viu a necessidade de desenvolver algo sem conservante, que atendesse nossa necessidade de nutrição”, contou o empresário Alexandre, que bota a mão na massa e prepara os produtos que não levam açúcar, conservando as características originais, sabor e textura dos ingredientes utilizados, que são amêndoas, amendoim, castanha de caju, uva passa, entre outros nuts.

Provando que o saudável também é gostoso, eles disponibilizam cookies funcionais, muffins, mix de nuts moídas e prensadas, que fazem o maior sucesso em seus pontos de vendas em São José dos Campos e grande São Paulo, mas que também podem ser fornecidos em eventos esportivos, com os kits que eles preparam para essa finalidade. Mas olha, os alimentos servem para qualquer pessoa, inclusive aqueles que buscam uma reeducação alimentar ou até mesmo as crianças, como opção de lanche saudável para a escola.

As embalagens são versáteis, pensadas para oferecer mais conforto e praticidade na hora da alimentação, que muitas vezes é feita ali mesmo, em cima da bike. “Para que não ficássemos tanto tempo com a mão fora do guidão, que é uma coisa bastante insegura, e ao mesmo tempo não perder o alimento durante as nossas provas.”, explicou Alexandre.

Para saber mais, veja a reportagem completa no link https://www.youtube.com/watch?v=2fyHaR2W368

[Amanda Roventini]

Por Amanda Roventini

Amanda é jornalista, tem 25 anos e desde 2015 faz parte do time de conteúdo do Mundo Empresarial.

Comentários