Mundo Empresarial

[Mundo Empresarial]
[Mundo Empresarial]

Como conseguir capital para abrir o próprio negócio?

[Como conseguir capital para abrir o próprio negócio?]

Ter uma ideia original que pode movimentar o mercado e atrair clientela, já é meio caminho andado para que um empreendimento dê certo. Mas para que qualquer plano consiga sair do papel é preciso investimento, e para investir é preciso dinheiro, e é aí que mora o problema que muitos futuros empresários enfrentam. Por isso, antes de tudo, é indispensável estudo e planejamento básico do capital necessário. Após saber o valor que você precisa para dar o primeiro passo, é hora de analisar como conseguir tal quantia. Separamos algumas opções.

Que tal economizar?

Antes de começar a economizar dinheiro é preciso se organizar financeiramente. Cortar gastos desnecessários e supérfluos, sanar dívidas que já estão em aberto, fazer planilhas para organizar entradas, saídas e despesas fixas como aluguel, contas da casa, entre outras, são algumas dicas. Estabelecer um prazo para alcançar tal objetivo também é importante.

Que tal usar capital próprio?

Acredito que essa seja a maneira mais aconselhável para quem tem uma poupança com uma reserva e deseja abrir um pequeno negócio. Com capital próprio você pode ter controle do que exatamente pode e deve gastar. Outro lado bom é que investindo o que você já tem, evita-se entrar em dívidas com bancos e financeiras.

Que tal fazer um empréstimo bancário?

Essa opção precisa ser muito bem analisada, afinal, não há como fugir das taxas de juros, mas você pode procurar pela baixa, é claro. Bastante conhecido é o BNDES, Banco Nacional do Desenvolvimento, que apoia empreendedores de todos os portes, inclusive pessoas físicas, além de oferecer condições especiais para micro, pequenas e médias empresas. Pesquise bem antes de fechar qualquer negociação. Ah, e nada de dar um passo maior que a perna, hein?

Que tal procurar uma incubadora?

Incubadoras são instituições ligadas, geralmente, a universidades que apoiam empreendedores iniciantes que tenham como principal característica produtos e serviços inovadores. A incubação da empresa é uma oportunidade inteligente para que o negócio se desenvolva em um ambiente profissional e consolidado no mercado. Arrisque-se e apresente a sua ideia.

É claro que existem outras opções, como investidores externos, sócios investidores, agências de fomento. Pesquise bem antes de tomar qualquer decisão, e quando achar a certa pra você e seu negócio, coloque a mão na massa e corra atrás do seu sucesso. Depois divida tudo com a gente, amamos histórias empreendedoras!

[Amanda Roventini]

Por Amanda Roventini

Amanda é jornalista, tem 25 anos e desde 2015 faz parte do time de conteúdo do Mundo Empresarial.

Comentários