Mundo Empresarial

[Mundo Empresarial]
[Mundo Empresarial]

Frango com receita americana é sucesso em São José dos Campos

[Frango com receita americana é sucesso em São José dos Campos]

Sabe quando a gente assiste aqueles filmes americanos em que os personagens aparecem comendo baldes de frango frito, com aquela casquinha, que chega até dar água na boca? Pois é, quem é da cidade de São José dos Campos e região não precisa mais passar essa vontade, por que a Frangó Chicken Crocante chegou para ficar.

O idealizador do negócio é o empresário e chefe de cozinha Ronaldo Tomaz e sua esposa Renate Jurkevicius, que usaram toda experiência já adquirida ao longo dos anos trabalhando na área alimentícia e desenvolveram essa receita americanizada, mas com um toque especial da marca: “Empanado, suculento por dentro. É uma receita minha, diferenciada”, contou Ronaldo. Entre as variedades do frango frito estão coxinhas e tirinhas do peito super crocantes.

Para quem não come carne, opções não faltam. O cardápio também conta com polenta, batata, anéis de cebola e tirinhas de queijo fritos. Um dos diferenciais por lá são os acompanhamentos, seis tipos de molhos que foram criados pelo casal e são o maior sucesso, deixando a refeição ainda mais gostosa.

O “frango da caixa”, como é conhecido pelos clientes, pode ser retirado no endereço do Ronaldo e da Renate ou pedido pelo delivery, que pode ser solicitado pelo telefone, Whatsapp ou pelo aplicativo Ifood. E quem pede não fica esperando muito tempo não, viu? O empresário explica o por quê: “A gente já pede por que está com fome e não porque a gente pensa que vai comer ainda, né? Então o meu diferencial é atender o mais rápido possível”. Além desses atributos, as caixinhas ainda vão sempre com recadinhos que transmitem o amor e carinho com que tudo é preparado.

Para ver a reportagem completa, acesse o link: https://www.youtube.com/watch?v=PNbySJ2mg6g

[Amanda Roventini]

Por Amanda Roventini

Amanda é jornalista, tem 25 anos e desde 2015 faz parte do time de conteúdo do Mundo Empresarial.

Comentários